24 de outubro de 2014
Ao contrário do Datafolha e Ibope, pesquisa ISTOÉ/Sensus mostra Aécio com ampla vantagem
Comitê de bacias e setor elétrico admitem que crise no São Francisco é a maior da história
Empregos, salários e universidades explicam sucesso de Dilma no Nordeste
Mural de Recados
Clique aqui para ver todos

—-CONCURSO DE CABROBÓ—– NOTA AOS APROVADOS E CLASSIFICADOS:…
VENHO POR ESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO INFORMAR QUE AGORA NO DIA 03 DE DEZEMBRO DE 2014, O CONCURSO COMPLETA 02 ANOS DE HOMOLOGAÇÃO. DO TOTAL DE 488 VAGAS OFERTADAS, APENAS 380 CANDIDATOS APROVADOS FORAM EMPOSSADOS, FALTA AINDA O PESSOAL DO SETOR DA ADMINISTRAÇÃO:
1. AUXILIAR ADMINISTRATIVO;
2.MOTORISTAS DA ADMINISTRAÇÃO;
3.TÉCNICOS EM CONTABILIDADES ETC;
4.PROFESSORES;

NÃO PODEMOS NOS CONFORMAR
É PRECISO UNIÃO DE TODOS OS QUE ESTÃO AGUARDANDO A CONVOCAÇÃO,
O PREFEITO SR. AURICELIO PRECISA E DEVE NOS DAR A POSSE TÃO SONHADA.

NÃO VAMOS DESISTIR DE CABROBÓ…
PRECISAMOS DE NOSSA VAGAS.

AO SR. PROMOTOR JULIO CESAR ELIHIMAS, NOS AJUDE POR FAVOR, O PRAZO DO CONCURSO VAI FAZER 02 ANOS AGORA EM DEZEMBRO.

COMENTEM, POSTEM, DIVULGUE VC APROVADO OU CLASSIFICADO.

MOTORISTA APROVADO(ADM)

Claudio

prefeito chame os aprovados do concurso deixe de ser covarde

limpo

Em entrevista nesta quarta-feira (22) a uma emissora de rádio de Pernambuco, o candidato a presidente da República, Aécio Neves (PSDB), disse não ter a menor dúvida de que se Eduardo Campos (PSB) estivesse vivo os dois estavam caminhando juntos neste segundo turno da eleição presidencial.

Em vida, o ex-governador de Pernambuco nunca admitiu esta possibilidade. Mas, segundo o senador tucano, isso estava implícito na militância política de ambos em oposição ao PT.

Aécio aproveitou a entrevista para agradecer o apoio que recebe em Pernambuco da viúva Renata Campos, do governador eleito Paulo Câmara e do prefeito do Recife, Geraldo Júlio, todos do PSB.

E criticou o governo federal por estar retaliando a prefeitura do Recife, segurando os recursos do convênio para a construção do Hospital da Mulher, uma das promessas do prefeito que ainda não saiu do papel.

Segundo ele, o Brasil “precisa de mais generosidade” tal qual pregava em sua campanha o ex-governador de Pernambuco.

Aécio prometeu que, se eleito, será um “grande parceiro” de Geraldo Júlio e de Paulo Câmara, inclusive na duplicação do restante da BR-232 que liga o Recife a Parnamirim.

Por último, disse que gostaria de ser lembrado como “o presidente que mais fez pelo Nordeste”, citando o fato de que foi outro mineiro, Juscelino Kubitscheck, que construiu a Sudene no final da década de 50.

Agora é AÉCIO

Lula e Dilma…obrigada por deixar o nordeste independente, independente da fome, da miséria da falta de oportunidade, independente dos que pensam que nordeste é sinônimo de miséria… Obrigada meu irmão nordestino…obrigada minha presidenta DILMA, e temos um prazer inenarrável em novamente te eleger a presidenta do nordeste e a presidenta do Brasil.

MARIA

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, delator de um esquema de corrupção na empresa, é tema central de uma reportagem de página inteira na edição de hoje, do principal jornal dos Estados Unidos, o The New York Times. As denúncias do esquema de proporções “épicas” de Costa estão contribuindo para aumentar a incerteza na reta final da corrida presidencial, destaca o texto.

A reportagem, assinada pelo correspondente do jornal no Brasil, Simon Romero, começa contando a história de Costa, que vivia o sonho que todo homem de petróleo tem. Era dono de um iate, um carro blindado e tinha mais de US$ 25 milhões em bancos no exterior. Mas com ele envolvido no esquema de corrupção da Petrobras, o sonho acabou recentemente e o engenheiro e ex-diretor da empresa pode perder tudo isso, destaca o Times.

O texto cita as denúncias de Costa envolvendo o pagamento de até 3% do valor de contratos da Petrobras para o Partido dos Trabalhadores (PT)

Escândalo na Petrobras tumultua eleições, diz NY Times

Ultimas Noticias


Programado para o dia:
Ao contrário do Datafolha e Ibope, pesquisa ISTOÉ/Sensus mostra Aécio com ampla vantagem
Programado para o dia:
Comitê de bacias e setor elétrico admitem que crise no São Francisco é a maior da história
Programado para o dia:
Empregos, salários e universidades explicam sucesso de Dilma no Nordeste

Uma pesquisa encomendada pela ISTOÉ à consultoria de pesquisa Sensus mostra um quadro contrário ao apontado pelas agências Ibope e Datafolha, ambas divulgadas ontem. O estudo aponta que o candidato pelo PSDB, Aécio Neves, soma 54,6% dos votos válidos, enquanto Dilma Rousseff (PT) acumula apenas 45,4%, uma diferença de 9,2%. A consulta foi realizada entre os dias 21 e 23 de outubro.

Considerando o total de eleitores, a diferença seria de 12,8 milhões de votos. Por outro lado, 11,9% dos eleitores ainda não decidiram em quem vai votar. Considerando os votos brancos e nulos, Aécio conta com 48,1% do eleitorado e Dilma tem 40%.

Outro fator favorável à campanha do tucano, segundo a pesquisa, é o índice de rejeição. Enquanto 44,2% dos eleitores entrevistados disseram não votar em Dilma em nenhuma hipótese, os que têm a mesma opinião sobre Aécio somam 33,7%.

Segundo a ISTOÉ, a pesquisa foi realizada junto a 2 mil pessoas em cinco regiões, 24 estados e 136 municípios brasileiros, sendo registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 01166/2014. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. A confiabilidade da pesquisa é de 95%.

Com informações da ISTOÉ